segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Liberalismo Social- Somente alguns apontamentos



No meu entendimento é preciso acontecer uma mudança nos rumos da Nação. É preciso que mudemos o formato político, a direção econômica, social, cultural ... No meu entendimento é necessário enxugar ao extremo a máquina pública! 
Pensando sobre a igualdade, tanto defendida nos dias de hoje, chego a conclusão de que esse pensamento é de uma crueldade sem tamanho. Haja visto que somos indivíduos completamente diferentes um dos outros! Percebo que não temos mais espaço para permitirmos que um governante se aventure em liderar o país, com o pensamento socialista. E, o que dizer comunista! O mundo é capitalista e tentar fugir disso pode se tornar desumano. O que precisamos é criar novas formulas dentro do capitalismo, para mantermos o planeta sustentável. Precisamos acabar com o desmatamento das florestas, com o crescimento das cidades em áreas de preservação, com a construção de ruas e avenidas sobre nascentes. Precisamos modernizar as cidades, sem jamais substituir o homem por uma máquina. Nisso é preciso fazer um acordo comercial, onde quem optar pela substituição do trabalho braçal por máquinas, deve pagar mais imposto!

Acredito que podemos construir uma nova relação social, de valores, direitos e deveres. E é aqui, que entra o LIBERALISMO! 

Os liberais sociais estão entre os mais fortes defensores dos direitos humanos e das liberdades civis, embora combinando esta vertente com o apoio a uma economia em que o Estado desempenha essencialmente um papel de garantidor do acesso, a todos, independentemente da sua capacidade econômica, a serviços públicos que asseguram os direitos sociais considerados fundamentais como educação, saúde, cultura, segurança ...


A palavra social é utilizada nesta versão do liberalismo com um duplo sentido. Um primeiro como forma de diferenciação dos grupos que defendem correntes do liberalismo como o liberalismo clássico, o neoliberalismo e o libertarianismo. Um segundo como forma de vincar os ideais progressistas ao nível da defesa das liberdades individuais e em oposição às ideias defendidas pelos partidos conservadores. 
O Liberalismo Social é uma filosofia política que enfatiza a colaboração mútua através de instituições liberais, em oposição à utilização da força para resolver as controvérsias políticas. 
Rejeitando quer a versão pura do capitalismo, quer os elementos revolucionários da escola socialista, o liberalismo social coloca a sua ênfase nas liberdades positivas, tendo como objetivo aumentar as liberdades das pessoas dando mais oportunidade a todos.
Apesar de superficial, nesse meu primeiro contato com o modelo político liberalista, aparenta seguir na direção do interesse da prosperidade de todas as pessoas. Sei que tenho muito a estudar sobre o assunto. Aos poucos vou colocando minhas impressões por aqui!

Julio Saggin
Em 31 de agosto de 2015.


Nenhum comentário:

Postar um comentário