segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

MENSAGEM DE FELICITAÇÕES 2010 - PRODUÇÃO EM CENA.

Inicio esta mensagem citando um poema/ canção de uma enamorada de Bertold Brecht:

Quando me fazes alegre
Penso por vezes:
Agora poderia morrer
Então seria feliz
Até o fim.


E quando envelheceres
E pensares em mim
Estarei como hoje
E terás um amor
Sempre jovem.


FELIZ ANO NOVO! FELIZ 2010!

A mensagem que se segue, é baseada no BRASIL SEIKYO, Um jornal em prol da paz e prosperidade, Ano 45 - n° 2.016 e 2.017. www.brasilseikyo.com.br - www.bsgi.org.br

Meus estimados amigos e minhas queridas amigas, eu peço permissão para escrever essa mensagem desejando que essas palavras toquem os corações de todos vocês. É com imensa satisfação que os saúdo! A todos, manifesto meus mais sinceros votos de Feliz Ano-novo! Desejo a vocês e seus familiares um ano de contínuas vitórias.

Faço parte de uma organização humanista que, age em prol da Paz, Cultura e Educação, a SGI (Soka Gakkai Internacional), que é baseada na filosofia do budismo de Nitiren Daishonin e, tem como presidente o Dr. Daisaku Ikeda, um poeta laureado.

Nas mensagens que escrevo, quero incentivar as pessoas a encontrarem a felicidade em seus próprios corações e, não nos desejos mundanos.

Nós da SGI sempre promovemos nosso movimento cultivando a amizade e a confiança de pessoa para pessoa. E foi assim que nos tornamos uma organização global.

O Ano de 2010 é um ano de grande importância para nós brasileiros, pois é o ano em que decidiremos quem será o novo presidente do Brasil, nosso país. É importante forjarmos os jovens.

O presidente Ikeda, declarou; “Ampliar nosso círculo de amigos é a verdadeira essência do Kossen-Rufu. Vamos nos empenhar para aumentar o número de amigos com quem podemos conversar aberta e francamente, amigos em quem podemos confiar de todo coração. Empreguei exatamente esse tipo de ‘diplomacia pessoal’ para propagar o Kossen-rufu, fazendo aliados entre aquelas pessoas que não compreendiam nossos objetivos ou que sentiam preconceito com relação ao nosso movimento”.

A posição social e a riqueza não são medidas pelo verdadeiro valor da pessoa; tampouco devemos julgar as pessoas por esses critérios. Por exemplo, o fato de ser uma personalidade do governo torna a pessoa especial? De forma alguma. Os líderes do governo são seres humanos assim como eu e você e, especialmente na democracia, o povo é o soberano. As personalidades do governo existem para servir ao povo. São as ações da pessoa que importam. Em seu último ano de vida, Tolstói fez a seguinte observação: "Quanto mais desafiadoras forem nossas circunstâncias, mais material elas nos proporcionam para nosso desenvolvimento espiritual". As pessoas que passam todo o tempo em buscas inúteis não são nobres nem grandiosas, não importando o quanto seja nobre o título ou posição que elas detenham.

As pessoas comuns que vivem de forma descente e honesta são as verdadeiras defensoras do mundo. O poeta alemão Heinrich Heine (1797-1856) escreveu: "A pessoa é nobre / se se sente e age como nobre". O poeta indiano Rabindrath Tagore (1861-1941) escreveu: "Saiba que (...) a presunção não dura para sempre". A forma de acabar com a presunção ou a arrogância é falar - falar com palavras verdadeiras.

Embora existam inúmeras diferenças entre os homens, ainda assim, são seres humanos. Todos se deparam com as mesmas questões fundamentais da existência – Nascimento, Envelhecimento, Doença e Morte. Não é exagero dizer que o diálogo entre civilizações é essencialmente um diálogo entre seres humanos, uma vida tocando outra, um coração se comunicando com outro.

O grande humanista holandês Erasmo (1469-1536) declarou em nome da paz: "A denominação comum 'ser humano' é suficiente. Nada mais é necessário acrescentar para os homens conviverem em harmonia".

Nitiren Daishonin declara: "Um grande mal prenuncia a chegada de um grande bem". E também afirmou: "O importante é o coração".

Encerro esta mensagem e divulgação com um lindo poema:
 
"AMOR IMPOSSÍVEL"
Hoje
Me surpreendi
Chorando
Que apego
É esse
Que o tempo
Não apaga
As marcas no rosto
Demonstram os anos, mas
como adolescente, continuo
Sonhando com você
Amor impossível
Tantos amores
E só o seu
Me atormenta
Luta feroz
No calor da minha cama
Vivo o pesadelo
Do sonho impossível
Encosto o rosto sofrido
No travesseiro e choro
Lágrimas brotam e
Inundam a minha alma
Sonho, sonho dormindo
Sonho, sonho acordado
Sonho, sonho impossível
Sonho, sonho implacável
Necessito de paz
Necessito de alegria
Necessito de ti
Para viver
Vida, vida
Peço ao dono do universo
Para realizar,
um desejo
De uma eternidade
Ao seu lado
Amor.

Autor-SUELI PINHEIRO BRASILEIRO.

Mais uma vez, desejo a todos, um ano de muitas vitórias! Agradeço sinceramente sua atenção e paciência.
Pratiquem o altruísmo e, por favor, cuidem da saúde!


Júlio Saggin,
PRODUÇÃO EM CENA.

3 comentários:

  1. Ju
    eu declaro que te quero bem
    que admiro teu altruismo
    tua busca incessante pela cultura e
    paz
    e eu decreto
    que de agora em diante nada mais
    será obrigado ou proibido
    podemos brincar
    cantar
    sorrir dos excessos ou da escassez
    inclusive
    passear pelas tardes
    com uma imensa begônia
    na lapela, como
    fazia o Thiago de Mello.

    Um beijo e que venha 2010
    com seus canteiros de festivas
    flores!

    ResponderExcluir
  2. Adorei seu blog Julio!
    E a mensagem com poemas também!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir